Esplendor Real #50 / Royal Splendor #50

Hoje celebra-se um Feriado Nacional em Portugal. Comemora-se a Restauração da Independência. A 1 de Dezembro de 1640, Portugal liberta-se do domínio espanhol (1580-1640) e uma nova Dinastia começa com o Rei D. João IV. Essa dinastia, que seria a última a reinar em Portugal, foi a Dinastia de Bragança. 
Parece-me pois apropriado trazer aqui uma peça ícone dessa Dinastia e que pertenceu à nossa última Rainha, D. Amélia.
Today is celebrated a National Holiday in Portugal. The Restoration of the Independence. On December 1, 1640, Portugal freed itself from the Spanish rule (1580-1640) and a new dynasty began with King D. João IV. This dynasty, which would be the last to reign in Portugal, was the Bragança Dynasty.
It seems to me therefore appropriate to bring here an icon piece from this Dynasty and which belonged to our last Queen, D. Amelia.

Tiara de Diamantes da Rainha D. Amélia / Queen Amélia's Diamond Tiara

Picture from the book " Se as jóias falassem"


Em 1886 o herdeiro do trono português D. Carlos, futuro D. Carlos I, casa com a Princesa Amélie de Orleães. Entre os presentes de casamento recebidos, encontra-se esta bonita tiara encomendada pelo então Rei D. Luís I para oferecer à sua nora.
In 1886 the heir to the Portuguese throne D. Carlos, future D. Carlos I, married to Princess Amélie de Orléans. Among the wedding gifts received, was this beautiful tiara commissioned by the then King D. Luis I to offer to his daughter-in-law.


A peça composta por centenas de diamantes, montada numa armação de ouro e prata, foi uma peça elaborada pelos joalheiros da coroa Leitão & Irmão.
The piece consisting of hundreds of diamonds, set on a gold and silver frame was a piece made by the Crown jewelers Leitão & Irmão.

Queen D. Amélia by Vittorio Matteo Corcos (1905) via Wikipédia

D. Amélia usou bastante esta tiara tornando-se uma das suas imagens de marca. Em 1908 D. Amélia, já Rainha Consorte, assiste ao assassinato do seu marido e do seu filho mais velho. D. Manuel, o seu filho mais novo, torna-se o último Rei de Portugal. Dois anos depois a República é implantada e o que resta da família real (jóias incluídas) são forçadas ao exílio.
D. Amelia has used this tiara extensively enough to become one of her trademark images. In 1908 D. Amelia, already Queen Consort, witnesses the murder of her husband and her eldest son. D. Manuel, her youngest son, becomes the last King of Portugal. Two years later the Republic is implanted and what remains of the royal family (jewels included) are forced into exile.


Segundo consta, a Rainha D. Amélia teria deixado em testamento algumas peças privadas ao seu afilhado, D. Duarte Pio, actual Duque de Bragança, descendente de D. Miguel I, e considerado o actual chefe da Casa Real Portuguesa. A Rainha-viúva pretendia assim que algum do seu património ficasse nas mãos da Casa de Bragança, administrado por uma fundação.
It is reported that Queen D. Amelia would have left some private pieces in her will, to her godson D. Duarte Pio, current Duke of Bragança, descendant of D. Miguel I, and considered the current head of the Portuguese Household. The Queen-widow intended to assure that some of her estate was in the hands of the House of Braganza, administered by a foundation.



A tiara viria a reaparecer a 13 de Maio de 1995, quando D. Duarte casou com Isabel de Herédia, no primeiro grande evento real do século XX após a abolição da Monarquia. A tiara não pertence ao Duque, mas ele pode sempre pedir a peça emprestada à Fundação que gere o legado histórico da Casa de Bragança.
The tiara would reappear on May 13, 1995, when D. Duarte married Isabel de Heredia in the first great royal event of the twentieth century after the abolition of the Monarchy. The tiara does not belong to the Duke, but he can always borrow the piece from the Foundation that manages the historical legacy of the House of Braganza.




À parte do dia do casamento, a Duquesa de Bragança apenas usou esta tiara para retratos oficiais.
Trata-se de uma peça imponente e daí, a Duquesa não a usar com frequência, mesmo em ocasiões em que uma tiara é requisitada, nomeadamente para comparecer a casamentos reais europeus. Em vez disso ela prefere peças mais discretas.
Apart from the wedding day, the Duchess of Braganza only wore this tiara for official portraits.
It is an imposing piece, that's why the Duchess does not use it often, even on occasions when a tiara is required, namely to attend royal European marriages. Instead she prefers more discreet pieces.

---
Todas as minhas publicações sobre jóias reais devem muita informação a páginas como Royal Jewels Fan Club (Facebook) e ao supermaster blog The Royal Order of Sartorial Splendor. Sem eles, eu seria uma pessoa muito menos culta.
All my publications on royal jewelry took much information to pages such Royal Jewels Fan Club (Facebook) and the Supermaster blog The Royal Order of Sartorial Splendor. Without them, I would be a lot less educated person.

Comentários

  1. sabe que a imagem da Tiara, fotografada tem direitos de autor? É feio academicamente retirar imagens sem revelar as fontes. " se as jóias falassem" foi o livro de onde essa foto foi tirada ( e todas as outras que circulam na net)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro Jonas. Absolutamente! Dar o devido crédito a quem o merece. Por acaso sabe o nome do fotógrafo, para o que o possa mencionar? Como disse, e muito bem, há imensas fotos a circular, e muitas vezes é difícil para mim assegurar as suas origens. E mesmo sabendo que não é correcto, arrisco a publicação e, por vezes, tenho depois a alegria de receber um comentário como o seu que me informa da fonte. Muito obrigada! Baseio-me sempre em duas fontes principais (um grupo no Facebook, e um blog) para escrever a rúbrica Esplendor Real, mas não hesite em alertar-me para outras situações que tenha identificado e que me possa ajudar a melhorar.
      Votos de um bom dia!

      Eliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares