Entronização na Bélgica: O que sabemos? Enthronement in Belgium: What do we know?


Com o aproximar de mais um grande acontecimento no mundo da Realeza, num ano de abdicações e nascimentos reais, podemos já adiantar alguns aspectos de uma Entronização que, ao que tudo indica, irá ser muito mais discreta mas, ao mesmo tempo, mais confusa do que a cerimónia da vizinha Holanda em Abril passado.
With the close of another great event in the world of Royalty, in a  year full of abdications and royal births, we can already say some aspects of a Enthronement that, by all indications, will be much more discreet but at the same time, more confusing the ceremony of the neighboring Netherlands last April.

A abdicação é algo comum na Bélgica? Abdication is common in Belgium?
Não é algo comum, mas também não é algo novo na História do recente Reino Unificado da Bélgica. O pai, do actual soberano, o Rei Leopold III também abdicou, embora as circunstâncias tenham sido menos pacíficas. Durante a Segunda Guerra Mundial, Leopold permaneceu na ocupada Bélgica, contra os conselhos do governo, o que lançou os rumores de uma cooperação com os Nazis. Após o fim da Guerra, Leopold e a sua família foram retirados da Bélgica pelos alemães e só voltaram em 1950, após um período de grande divisão nacional acerca da volta da família real, naquela que ficou conhecida como a Questão Real. Apesar da sua volta, Leopold não gozava de grande popularidade tendo sido aconselhado a abdicar em 1951 a favor do seu filho o Príncipe Baudouin, de 20 anos, que viria a falecer em 1993 sem descendência  sendo sucedido pelo seu irmão Albert II.
It´s not something common, but it is not something new in the history of the recent unified Kingdom of Belgium. The father of the current ruler, King Leopold III also abdicated, though the circumstances were less peaceful. During World War II, Leopold remained in the occupied Belgium, against the advice of the government, which launched rumors of a collaboration with the Nazis. After the end of the war, Leopold and his family were taken from Belgium by the Germans and only returned in 1950, after a period of great national division on the back of the royal family in what became known as the Royal Question. Despite his return, Leopold not enjoyed great popularity and was advised to abdicate in 1951 in favor of his son, Prince Baudouin, 20, who died in 1993 without issue and was succeeded by his brother Albert II.

O que irá mudar com o novo Reinado? What will change with the new Reign?
Bem, na Bélgica existe a tradição dos filhos dos soberanos terem assento do Senado Belga. É o que acontece actualmente com os outros filhos do Rei Albert II e da Rainha Paola, a Princesa Astrid e o Príncipe Laurent. Com a subida de Philippe ao trono, os seus irmãos perdem o estatuto de Senadores da Câmara Alta Belga. É esperado que quando atinjam a maioridade os filhos de Philippe e Mathilde sejam também senadores. No entanto existe uma divergência quando à existência de cargos não eleitos no Senado, não sendo certo que Elisabeth, Gabriel, Emmanuel e Eléonore um dia se tornem membros do Senado Belga.

Well, in Belgium there is a tradition of the sons of the sovereigns have a seat in the Belgian Senate. It currently happens with the other sons of King Albert II and Queen Paola, Princess Astrid and Prince Laurent. With the rise of Philippe to the throne, his brothers lose the status of Belgian Senators of the Hight Chamber. It is expected that when Philippe and Mathilde's children reach the age of 18, they will also become senators. However there is quite a disagreement about the existence of non-elected positions in the Senate. So it is not certain that Elisabeth, Gabriel, Emmanuel and Eléonore one day will become members of the Belgian Senate.

Com que nome irá o futuro Rei reinar? Which name the future King will choose?
Parte da grande problemática separatista na Bélgica reside na questão linguística. O novo Rei dos Belgas deverá adoptar o nome Philippe em todos os actos oficiais, e não Filip, a versão flamenga do seu nome, como é conhecido na Flandres, região norte do país. Actualmente o Príncipe da Coroa é conhecido como Philippe na região sul da Bélgica, maioritariamente francófona, e como Filip na região norte. No entanto como soberano deverá adoptar somente um dos nomes e todas as leis belgas serão estabelecidas exclusivamente sobre o nome de Philippe, segundo o periódico La Derniere Heure. O seu título oficial irá ser Sua Majestade, o Rei dos Belgas.

Part of the big problem about the breakaway in Belgium lies in the  language issue. The new King of the Belgians should adopt the name Philippe in all official acts, and not Filip, the Flemish version of his name, as he is known in Flanders, the northern region of the country. The Crown Prince is currently known as Prince Philippe of Belgium in the south, mostly francophone, and as Filip in the northern region. However as sovereign, he should adopt only one of the names and all Belgian laws will be established under the name of Philippe, according to the newspaper La Derniere Heure. His official title will be His Majesty the King of the Belgians.

Que alterações irão ocorrer nos títulos reais? What changes will occur in the actual royal titles?
Aqui reside a parte complicada desta história. Enquanto que Beatrix da Holanda, quando abdicou passou a ser conhecida como Princesa Beatrix da Holanda, no caso da Bélgica tal não vai acontecer. Albert II e Paola ficarão conhecidos como Sua Majestade Rei Albert da Bélgica e Sua Majestade Rainha Paola da Bélgica. Ou seja, a Bélgica irá ter três Rainhas: Fabiola (viúva de Baudouin), Paola e a nova Rainha-consorte Mathilde, e dois Reis: Albert e Philippe. Apesar que apenas Philippe e Mathilde, naturalmente, irão possuir poder governativo. É esperado que a Princesa Elizabeth, passe a ser conhecida como Duquesa de Brabant, titulo pelo qual é conhecido o herdeiro do trono, sendo a primeira vez na História Belga que a versão feminina desse título é adquirida por direito de nascimento. É expectável que tal como a Princesa de Orange (filha dos Reis Willem-Alexander e Máxima da Holanda) também a mais recente duquesa só venha a desempenhar actos oficiais quando atingir a maioridade.


Here lies the tricky part of this story. While Beatrix of the Netherlands, when she abdicated became known as Princess Beatrix of the Netherlands, in Belgium this will not happen. Albert II and Paola will be known as His Majesty King Albert of Belgium and his Majesty Queen Paola of Belgium. I.e, Belgium will have three Queens: Fabiola (widow of Baudouin), Paola and Mathilde, the new Queen consort, and two Kings: Albert and Philippe. Although only Philippe and Mathilde, of course, have governing power. It is expected that Princess Elizabeth, will be known as the Duchess of Brabant, which is the title of the heir to the throne, being the first time in history that the Belgian female version of this title is acquired by right of birth. It is expected that as the Princess of Orange (daughter of Kings Willem-Alexander and Máxima of the Netherlands) also the newest  Duchess will only play official acts after reaching the majority.

Como será a cerimónia de Entronização? How will the Enthronement ceremony?
A avaliar pela última cerimónia em 1993 tudo será bastante simples. Não existe manto real, regalia, tiaras reluzentes (até porque a Bélgica não tem um evento de tiara há quase tanto tempo como Espanha). Não é habitual que membros de outras famílias reais sejam convidados e não me parece que haja uma excepção desta vez (eu sei, eu sei, também estou triste!). Temos que respeitar os costumes de cada país e ter a sensibilidade para compreender que a imagem neste tipo de eventos perante a Crise Económica que a Europa está a atravessar, tem que ser o mais discreta possível, ainda mais quando não há antecedentes grandiosos no passado.

Judging by the last ceremony in 1993 everything will be quite simple. There is no royal robe, regalia, sparkling tiaras (even because Belgium does not have a tiara event almost as long as Spain). It is unusual for members of other royal families are invited and I do not think there will be an exception this time (I know, I know, I am also sad). We have to respect the customs of each country and have the sensitivity to understand that the image in this type of events before the economic crisis that Europe is going through, it has to be as unobtrusive as possible, even more when there is no grand history cerimony in the recent past.

O rei Philippe será então entronizado a 21 de Julho, Dia Nacional da Bélgica. As informações são ainda escassas mas sabe-se que:
Às 9:30 a Família Real assistirá à missa Te Deum, na Catedral de Saint Michel e Sainte Gudula em Bruxelas. Segue-se uma parada militar, à qual o Rei Albert II preside pela última vez como soberano belga.
Às 11:15 está previsto que o Rei Albert II pronuncie o seu discurso de abdicação no Palácio Real.
Ás 12:45 o Príncipe da Coroa prestará juramento como sétimo Rei dos Belgas perante os representantes das Câmaras no edifício do Parlamento Federal.
Às 13:45 o novo Rei irá dirigir-se à chamada Coluna do Congresso para prestar homenagem ao Soldado Desconhecido.
Perto das 16:05 o novo soberano passará revista às tropas no Desfile do Dia Nacional na Praça do Palácio.
No inicio da noite os novos Reis irão até Warandepark onde habitualmente se celebra a Festa Nacional, na cidade de Bruxelas.

Ou seja, para todos os efeitos será um dia típico de Festa Nacional na Bélgica, mas com uma Entronização pelo meio.

King Philippe will then be enthroned on 21 July, the National Day of Belgium. Informations are very poor and some not yet confirmed,  but it is known that:
At 9:30 the Royal Family attend the Te Deum Mass at the Cathedral of Saint Michel and Sainte Gudule in Brussels. It follows a military parade, to which King Albert II presides the last time, as a Belgian sovereign.
At 11:15 is expected that King Albert II pronounces his abdication speech at the Royal Palace.
At 12:45 the Crown Prince will make his Oath as the seventh King of the Belgians before the representatives of the Chambers ofn the Federal Parliament Building.
At 13:45 the new King will go to the Column of Congress to pay tribute to the Unknown Soldier.
Close to 16:05 the new sovereign will review the troops in the National Day Parade on the Palace Square.
At the beginning of the night the new Kings will attend to Warandepark which usually is the venue of the National Day celebrations in Brussels.

That's it! For all intents and purposes it will be  typical National Day in Belgium, but with a Enthronement in the middle.


Comentários

Mensagens populares