Esplendor Real #1 / Royal Splendor #1

Depois de uma votação realizada antes do casamento real sueco, os meus leitores expressaram a vontade de uma rubrica semanal acerca de... Jóias Reais.
Pensei, pensei e pensei acerca do que iria publicar no primeiro post. Pensei mais um pouco e resolvi nem sair do meu pais e apresentar-vos uma das peças da Colecção Real Portuguesa.

After a shor poll helded before the Swedish royal wedding, my readers have expressed the will of a weekly section about... Royal jewels.
I thought, thought and thought about what I would publish on the first post. I thought some more and decided not to leave my country and to present you one of the pieces from the Royal Portuguese Collection.

Senhoras e Senhores, apresento-vos a ...
Ladies and Gentleman i give you the...

Tiara Estrelas de Diamantes da Rainha Maria Pia
Queen Maria Pia's Star Diamond Tiara


Existem muitas tiaras de estrelas, um formato muito em voga no séc. XIX. Muitas vezes as estrelas eram amovíveis e usadas como broches ou ornamentos para o cabelo.
Este diadema foi originalmente encomendado para a Rainha consorte de Portugal D. Maria Pia, esposa do Rei D. Luis I de Portugal. A Rainha nascida Maria Pia de Sabóia, era uma princesa italiana, irmã do primeiro rei da Itália unificada Umberto I. Como Rainha ficou conhecida pela sua extravagância, gosto por roupas e luxo, mas também pelo enorme trabalho de caridade que desenvolveu. Trabalho que lhe valeu o nome de "Anjo de caridade"ou "Mãe dos pobres". Dona de uma personalidade viva e temperamento tipicamente italiano, diz-se que terá ficado terrivelmente triste e sentida ao ser obrigada a viver no exílio depois da destituição do seu neto, D. Manuel II, e implantação da República em Portugal.

There are many Star Tiaras, a format very much in vogue on the 19th century. Often the stars were removable and used as brooches or hair ornaments.
This diadem was originally commissioned for the Queen Consort of Portugal D. Maria Pia, wife of King Luis I of Portugal. The italian born, Maria Pia of Savoy, was an Italian princess, sister of the first king of unified Italy, King Umberto I. As Queen was known for her extravagance, luxury and taste in clothes, but also for the tremendous charity work developed. Work that earned her the name "Angel of Charity" or "Mother of the Poor". Owner of a living personality and a typically Italian temperament, it is said that Maria Pia was deeply upset by the deposition of her other grandson Manuel II of Portugal by the 5 October 1910 Revolution and the resulting establishment of the Portuguese First Republic. Maria Pia left Portugal with the rest of the royal family to exile in 1910. She returned to her native Italy, where she died on 5 July 1911. She is said to have mourned the loss of Portugal.


Este diadema foi feito em Lisboa pelo Joalheiro Real Estevão de Sousa. A tiara é composta por estrelas  de diamantes, assentes numa armação, que faz com as estrelas sejam sensíveis ao movimento. O diamante maior da tiara é um diamante rosa conhecido como o Diamante da Maria Pia.
Na mesma altura foi encomendado um colar, conhecido por o Colar das Estrelas, para fazer conjunto com o diadema.

This tiara was made in Lisbon by the Royal Jeweller Estevão de Sousa. The tiara is composed of diamond stars, based on a frame, which makes the stars motion sensitive. The larger diamond tiara is a pink diamond known as the Diamond of Maria Pia.
At the same time it was commissioned a necklace, known as the Necklace of the Stars, to set with the diadem.

Após a morte do rei D. Luis I o conjunto passou para a última Rainha de Portugal, D.Amélia, esposa do Rei D.Carlos I.
Devido à sua estatura (D. Amélia era uma mulher excepcionalmente alta para o seu género e para a época), a  tiara era geralmente usada sem as estrelas superiores.

After the death of King Luis I, the set passed to the the last Queen of Portugal, D.Amelia, wife of King Carlos I.
Due to her height (Amelia was a woman exceptionally high for her gender and for the time), the tiara was generally used without the top stars.




Após a proclamação da República em Portugal em 1910, as jóias da Colecção Real passaram para o Governo, que as restaurou e colocou grande parte delas em museus em 1950.
Actualmente estas peças fazem parte da Colecção de Joalharia do Palácio Nacional da Ajuda,  constituída por peças predominantemente do século XVIII e de produção nacional. É um conjunto heterogéneo, pela diversidade de tipologias que abarca, apresentando no entanto, como característica comum, a excelência dos materiais e mestria técnica e artística. Incluem-se neste núcleo as jóias de adorno, as armas que complementam os uniformes de gala, um conjunto de sumptuosas insígnias honoríficas, nacionais e estrangeiras e ainda alguns materiais mineralógicos em bruto, provenientes das explorações auríferas e diamantíferas brasileiras.

After the proclamation of the Republic in Portugal in 1910, the jewels of the Royal Collection passed to the government, that restored and put most of them in museums in 1950.
Today these pieces are part of the Jewellery Collection of the National Palace of Ajuda, consisting predominantly in pieces from the eighteenth century and produced in Portugal. It's a mixed collection, with some diversity of typologies, presenting however as a common characteristic,  the excellence of material and technical and artistic mastery. Included in this core the beautiful jewels, weapons that complement the dress uniforms, a set of sumptuous honorary insignia, national and foreign, and even some mineralogical raw materials, from the Brazilian diamond and gold mining explorations.


Duas peças não muito antigas, mas que assistiram a grandes marcos da História Portuguesa.
Two pieces not too old, but that watched great landmarks of Portuguese history.

---***---
Royal Jewels Fan Club (Facebook), palacioajuda.pt, Wikipédia

Comentários

  1. Muitos parabens por esta ideia de começar esta rubrica com joias da nossa casa real tantas vezes esquecida. Como monárquica que sou lamento a passagem destas joias de familia para o governo nem sabia que tal coisa tinha sido feita. E as tiaras usadas pela Dona Isabel de Heredia? Serao da familia de origem dela? Nao tem legitimo direito de usar as joias da coroa do seu marido?

    ResponderEliminar
  2. Muito obrigada pelo seu comentário. A tiara usada pela Duquesa de Bragança no dia do seu casamento, por exemplo, originalmente oferecida como presente de casamento à Rainha D. Amélia, pertence actualmente à Fundação D. Manuel II, criada pela viúva do último Rei português em 1968. Trata-se de uma fundação privada. A tiara e outras peças encontram-se de qualquer forma ao dispôr da Duquesa para representações em eventos de casas reais, como casamentos, ou para retratos oficiais.

    ResponderEliminar
  3. Pronto valha-nos isso então :) muito obrigada. Se fizer da Suècia identifique pf a primeira tiara da princesa vitoria que eu so conheço a primeira da princesa madalena...se tiver essa informaçao claro. Tambem tem tiaras lindissimas. Ainda gostava de saber como è q tranformam aquelas peças em colares e etc....pronto ja estou a ser chata :) bom trabalho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Farei todo o gosto em falar da tiara dos 18 anos da Princesa Vitória da Suécia, apesar de não ser de todo uma tiara bonita, quase parece de brincar. Mas de certo que teve bastante significado para ela. Eu própria quando investigo acerca de tiaras, fico surpreendida pela sua versatilidade. É impressionante a quantidade de peças que podem surgir de uma tiara. Neste mesmo post, se reparar no primeiro retrato da Rainha D. Amélia (clique na imagem para ver melhor) ela usa uma das estrelas da tiara (provavelmente), como broche. Não é fantástico?? Eu antes pensava nas tiaras como peças muito rígidas, mas são de facto flexíveis. Não sei há quanto tempo segue este blogue e se já teve oportunidade de ver todas as minhas publicações, mas em tempos fiz uma escolha das minhas tiaras favoritas por casa real europeia reinante (e Grécia). Seguem os links:
      http://tesourastiaras.blogspot.pt/2012/08/rasto-de-tiaras-by-l-parte-1.html
      http://tesourastiaras.blogspot.pt/2012/08/rasto-de-tiaras-by-l-parte-2.html
      http://tesourastiaras.blogspot.pt/2012/08/rasto-de-tiaras-by-l-parte-3.html

      E só mais uma coisa: Nem sabe o quanto é bom apanhar pessoas "chatas" como você... :)
      Obrigada!!

      Eliminar
  4. Sigo ha poucos meses mas ja vi todos os posts ( julgo eu) e venho ca todos dias. Foi aqui que aprendi que de facto as tiaras nao sao sempre tiaras. Aquela que a princesa madalena usou no casamento da irma ate em brincos è utilizada...e a dos quatro botoes tambem è utilizada ate como acessorio do cabelo ( aprendi aqui tambem). Fascinante...è um mundo muito mais interessante que o da Disney :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Com toda a gratidão que tenho à Disney pela minha infância...sim é verdade!! Fico feliz. Espero que continue a visitar o blog todos os dias. Para notícias diárias sobre a realeza também pode aderir ao grupo Tesouras&Tiaras no Facebook.

      Eliminar
  5. A rainha Dona Maria Pia era filha do Rei de Itália Victor Manuel II . O rei Humberto era seu irmão

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Maria. Tem toda a razão. Já está corrigido. Após alguns anos de publicação deste post! :O
      Muito obrigada!!!

      Eliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares